Por que a interação entre idosos e crianças é tão importante?

O processo de envelhecimento e a infância são fases da vida que apresentam seus desafios. De um lado, há a imagem de que o idoso é considerado um fardo social. De outro, a criança não consegue ser vista como um ser ativo que pensa, questiona e consegue absorver os valores ao seu redor. O foco na vida adulta faz com que esses dois grupos sejam marginalizados pela sociedade. Para romper com essa realidade, iniciativas para aproximar essas gerações têm se multiplicado em inúmeros lugares. Isso tem promovido diversos benefícios para idosos e crianças. Assim, o Dia das Crianças e outras datas comemorativas — como o Natal e Ano Novo— podem ser usadas para promover essa interação e aproveitar seus frutos. Quer saber mais sobre o assunto? Confira este artigo!

Por que é tão importante os idosos conviverem com as crianças?

Quando se permite a convivência entre crianças e idosos, é possível observar diversos benefícios. Os mais novos, por exemplo, têm a oportunidade de aprender sobre diversos assuntos com os mais velhos. Além disso, podem receber a atenção e a orientação que necessitam, muitas vezes. Também é uma boa oportunidade para as crianças compreenderem e aceitarem mais tarde o seu próprio processo de envelhecimento. Iniciativas como essa atuam, ainda, no aprendizado da inclusão — promovendo a convivência com pessoas com algum tipo de limitação. E, claro, os idosos também se beneficiam. A interação frequente com as crianças permite criar laços afetivos, o que ajuda a aliviar a sensação de solidão e isolamento. Isso tem um impacto positivo na saúde mental do idoso. A relação também pode incentivar a praticar exercícios físicos por meio das brincadeiras. Além disso, o vínculo entre idosos e crianças pode dar-lhes a oportunidade de aprenderem novas habilidades e aumentarem seu senso de propósito, bem como ampliar os círculos sociais de ambos.

Como promover a interação entre crianças e idosos?

Após entender a importância dos idosos e crianças conviverem, é o momento de conhecer alternativas para promover essa interação. Aqui estão algumas atividades que podem ajudar a construir e fortalecer esse relacionamento intergeracional:
  • narrativa: contar histórias é uma atividade que pode ajudar a estabelecer conexões entre idosos e crianças;
  • atividades manuais: muitas pessoas da terceira idade têm talentos e habilidades que poderiam ser interessantes para as crianças;
  • brincadeiras: as brincadeiras podem transformar momentos simples em divertimento tanto para os idosos quanto para as crianças;
  • refeição em família: reservar um momento para que as gerações se alimentem juntos é mais uma forma de criar laços afetivos.
Essas são algumas dicas que você pode incluir na rotina dos idosos e crianças da sua família. Não precisa se limitar a elas. Solte sua imaginação!

Como aproveitar as datas comemorativas para esse objetivo?

Como você viu, é possível aproveitar datas comemorativas — como o Dia das Crianças, Natal e outros feriados ao longo do ano — para preparar uma programação especial, tanto para os idosos quanto para as crianças. Uma dica é promover brincadeiras antigas. Por exemplo, pipa, amarelinha e passa-anel. Também vale cantar cantigas de rodas que poucos conhecem. Assim, os idosos podem ensinar as atividades mais conhecidas da sua época. A sua criatividade em propô-las poderá tornar esse momento único para os idosos e crianças. Vivemos em uma sociedade na qual o cuidado com os idosos e as crianças é cada vez mais segregado, com poucas oportunidades para que esses dois grupos possam se socializar. Portanto, aproveite todos os momentos possíveis para promover a interação e colher os seus benefícios. Para ajudar outras famílias, compartilhe este post nas suas redes sociais! E aproveite para nos seguir. Estamos no Facebook, Instagram, LinkedIn e Twitter!

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.